Gran Turismo é uma das maiores franquias de “simuladores” automobilísticos para os videogames de todos os tempos. Que vem lá da época do PSX e se estende até hoje. Como somos muito fãs do gênero e acompanhamos essa evolução natural da franquia, venho com uma extrema felicidade escrever sobre esse jogo que tanto no encantou.

Dessa vez, a desenvolvedora Polyphony não poupou esforços e proporcionou aos fãs de Gran Turismo uma vista muito bonita e realista para contemplarmos e apreciarmos como um bom jogo deve ser feito. Uma sintonia de velocidade, precisão e um tiro certeiro que nos faz ter a certeza absoluta que dentro do grupo dos fãs do gênero, este será um daqueles games clássicos da geração que nunca será esquecido após anos de lançamento.

Além da parte gráfica em que já nos antecipamos a falar, Gran Turismo Sport bilha onde mais tem que brilhar, ou seja, a parte fundamental do jogo que são os carros! Os veículos são absurdamente bem definidos, e não graficamente falando e sim na sua programação geral. Manusear com precisão cada um é uma experiencia que não vimos em nenhum outro simulador até o momento, não com esse nível que beira a perfeição. Você não só sentirá a diferença entre um supercarro de alta potência, um sedan padrão e um go-kart; Você também sentirá as diferenças sutis entre os carros específicos dentro dos tipos de modelo, categoria de energia, bem como aparência e a sensação de cada um, como se você estivesse dirigindo de forma real.

O game possui suporte nativo ao PS VR (sem que haja a necessidade de aquisição de nada mais), mas infelizmente não tivemos a oportunidade de testá-lo com o periférico até o momento, quem sabe em breve não lançamos uma review somente da versão VR, né? 🙂

E quem pensa que o GT Sport é somente isso que falamos até agora, está muito enganado! Além dessa experiencia padrão, cada carro do jogo é altamente personalizável com cada vez mais opções disponíveis na medida em que você aumenta o seu nível. Pequenos ajustes nas várias partes do motor e do corpo do carro fazem toda a diferença para ganhos e perdas, e os detalhes dessa personalização são visíveis o suficiente para garantir que você não esteja apenas movendo sliders e números aleatoriamente, tudo fará uma diferença bem explícita.

Por que GT Sport também é tática de corrida, é esportividade onde é criado uma atmosfera de responsabilidade onde você não encontrará em nenhum outro lugar se não aqui. Pois cada vitória e cada deslise fará a diferença na sua ‘carreira’ o que faz você pensar bem antes de entrar em uma disputa somente ‘por entrar’ mas GT Sport te dá todo o suporte necessário para que você faça um bom trabalho online, o jogo até obriga você a assistir a dois curtas de esportividade e boas táticas de corrida antes mesmo de se juntar a uma corrida online. Muito legal ver essa atenção por parte da desenvolvedora.

As pistas são outro ponto fortíssimo do jogo, pois são desenhados levando em consideração detalhes transbordados de realidade e quase todos os cantos que você imaginar. Pessoas “realmente vivas e animadas” nas arquibancadas ou dos lados da estrada, detalhes de poeira jorrando no para-brisa e clima bem realista. As texturas de folhagens e areia. Enfim, não há limite para o nível de belos detalhes que nos circulam.

Voltando a focar nos carros, a coleção dos automóveis não estão limitados a um número determinado de trabalhos de pintura e esquema de adesivagem como os jogos anteriores da franquia. Aqui no GT Sport, cada carro é customizável com apenas sua imaginação e você pode usar como bem entender os esquemas de pintura que coletou. Existe uma enorme biblioteca de logos de patrocinadores reais e falsos, bem como gradientes, formas e outros adesivos que você pode usar para criar seus próprios projetos para o carro de corrida. Se você quiser ir sem todas as imagens de patrocínio e fazer algo de sua autoria, você tem essa escolha.

Após a personalização do carro à seu gosto, você pode utilizar um estúdio de fotografia com impressionantes efeitos e ângulos de câmeras para tirar foto dos carros de sua coleção.

O modo arcade te permite jogar corridas únicas e multijogador, com suas corridas padrão, teste de tempo, desafios de drift, etc. O jogo também tem uma série de desafios, para aprender técnicas de condução, reconhecimento e memorização de cursos e missões que o colocam em vários cenários de condução. Há muita diversão a ser realizada, desafios difíceis a serem superados e muita oportunidade de jogo. Dificilmente será um jogo que fará você enjoar fácil. O máximo que ocorrerá é, após um tempo ele passar a ser um jogo casual para você, daqueles que você tem que jogar pelo menos uma vez a cada 10 dias para desopilar.

Procuro pontos negativos para listar, mas felizmente não encontro. A única coisa que me incomodou foi a mesma ressalva que fiz na review de Destiny 2, que é o fato de que você precisa estar conectado 100% do tempo para jogar, mesmo no modo offline. Porém isso vem se tornando cada vez mais tendencia nos jogos atualmente, até porque estamos conectados 24 horas por dia.

Criador e Diretor de conteúdo do Site AcessoGEEK, trabalho com Marketing, sou extremamente nerd, viciado em jogos digitais de todos os tipos, épocas e gêneros, seriemaníaco, cinéfilo em nível máximo, admirador da astronomia e suas teorias místicas de viagens no espaço, aliens e planetas habitáveis. Sonho em conhecer a NASA e ficar amigo de um duende que me ensine a fazer mágica.